Uma campanha da Associação Brasileira de Psiquiatria - ABP

 
 
  • Psicofobia: a campanha

    A Associação Brasileira de Psiquiatria - ABP, criou uma campanha contra a Psicofobia, que é o preconceito contra os portadores de Transtornos Mentais. Em 2011, após uma entrevista exclusiva que o presidente da ABP, Antonio Geraldo da Silva, fez com o humorista Chico Anysio, percebeu-se a necessidade de criar uma palavra que descrevesse o preconceito sofrido por pessoas que padecem de doença mental, assim como os profissionais que se dedicam a cuidar dos pacientes, como os psiquiatras.


    O humorista contou pela primeira vez em uma entrevista que fazia tratamento psiquiátrico para depressão há 24 anos e, segundo ele, “se não fosse o tratamento psiquiátrico, não teria feito nem 20% do que fiz em minha vida”. Até hoje o depoimento é considerado atual e revolucionário, como o gênio do humor. Foi necessária muita pesquisa e, após a entrevista, Dr Antonio Geraldo criou a palavra Psicofobia, que descreve perfeitamente o preconceito.

    Ficou estabelecido o dia 12 de abril como Dia Nacional de Enfrentamento à Psicofobia.

    Hoje, a Psicofobia é uma campanha de muito sucesso e já recebeu apoio de muitas personalidades como o locutor esportivo Luciano do Valle, o ator Reynaldo Gianecchini, a atriz Bárbara Paz, o jornalista e escritor Ruy Castro, a atriz Luiza Tomé, os ex- esportistas Romário, Ronaldinho Gaúcho, Felipão, o tenista Guga, o pugilista Popó, e muitos outros. Vale lembrar que todos eles apoiam a campanha sem cobrar nada, simplesmente conheceram a campanha e entenderam a importância da causa. Por isso agradecemos muito ao Chico Anysio por ter sido a força motriz de todo esse processo.

     

    Além dos famosos, a sociedade está participando ativamente da nossa campanha. Divulgamos em nossas redes sociais fotos de pessoas do mundo inteiro, que nos apoiam, se declarando contra a Psicofobia. Durante esse período temos recebido e-mails e mensagens de pessoas que sofrem com a Psicofobia agradecendo pelo nosso trabalho e a nossa campanha, e as histórias vão aumentando em nossas caixas e a nossa certeza que estamos seguindo o caminho correto. Tudo isso é por eles.

     

    Está tramitando no Senado Federal o PLS nº 74, de 2014, de autoria do Senador Paulo Davim, que torna a Psicofobia (atitudes preconceituosas e discriminatórias contra os deficientes e os portadores transtornos mentais) um crime, assim como é a Homofobia e o Racismo. Nós pretendemos com isso divulgar que existe o preconceito, que até então era desconhecido, e que devemos combatê-lo para ajudar 50 milhões de portadores de transtornos mentais que sofrem preconceito só no Brasil.

    Dados sobre saúde mental

    Todos os dias milhares de pessoas recebem diagnóstico de doença mental no mundo. Os diagnósticos são muitos, Depressão, Transtornos de Humor, Transtorno de Déficit de Atenção, Transtornos de Personalidade, Transtorno de Ansiedade e muitos outros que podem afetar adultos, crianças e idosos. Ninguém está livre de ter Transtorno Mental.

     

    No mundo 700 milhões de pessoas compõe esse quadro. Só no Brasil temos 50 milhões de doentes e a América Latina está em 3º lugar no ranking mundial. O quadro é muito assustador. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS) 20% dos adolescentes padecem com Depressão. A doença é uma das principais causas de suicídio (dados mundiais) e em 12 anos houve um aumento de mais de 30% das mortes por suicídio em pessoas jovens.

     

    Além das limitações que os Transtornos Mentais podem causar, existe um outro grande muro que pode limitar esses pacientes ainda mais, que pode impedir o seu tratamento e até levar ao suicídio: o estigma. Ele atormenta as pessoas que padecem com os Transtornos Mentais e para esse estigma demos o nome de Psicofobia. Desde 2011 fazemos a campanha para conscientizar a sociedade sobre este grave problema.

     

    A nossa campanha exerce a função de dar voz às pessoas que sofrem com esse preconceito e também de conscientizar toda a sociedade, e assim orientar as pessoas para que juntos possamos combater esse estigma e apoiar a todos que necessitam. Compartilhe conosco a mensagem de que a #psicofobiaexiste em suas redes sociais e conte a sua história, ela pode ajudar muitas pessoas. Você não está sozinho.

 
 
Marília Gabriela
Nando Reis
Reynaldo Gianecchini
Ricardo Boechat
Barbara Paes
Ronaldinho Gaúcho
Dinho Ouro Preto
Dany Bananinha
Titãs
Lobão
Luiz Felipe Scolari
  • White Facebook Icon
  • White Instagram Icon
  • White YouTube Icon
  • Branca Ícone LinkedIn
  • White Twitter Icon
  • Branca Ícone Google+

Apoio

Luiz Felipe Scolari